Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Boa tarde, Segunda, 20 de Novembro de 2017
Untitled Document
Campanha da Fraternidade 2014 tem abordagem interdisciplinar e cristã no Educandário
14/03/2014

Tema: Fraternidade e Tráfico Humano

Lema: "É para a liberdade que Cristo nos libertou" (Gl 5,1)

 

Ao longo desta segunda semana de março, de acordo com o planejamento e conforme o Sistema de Ensino Bom Jesus, foi abordado o tema da Campanha da Fraternidade 2014, na atividade de Ensino Religioso, com o objetivo de levar o educando a refletir sobre os problemas que afrontam a dignidade humana.

 

O tema da Campanha foi desenvolvido a partir dos recursos didáticos da CNBB e Plano de atividades Bom Jesus, com abordagem específica para cada turma. As atividades exploraram símbolos próprios do tempo quaresmal, a palavra e textos de apoio. As reflexões, conceitos e estímulos foram mediados com música, orações, vídeos, rodas de conversa, exposições orais, com todos os educandos de 06 a 14 anos.

 

De acordo com a Coordenadora Karla Santana Felipe, “entendemos que, como escola confessional, através da educação podemos levar os educandos a formar um conceito consciente sobre a sacralidade da vida. Assim, neste período foi o dado o “start” do tema, contudo o assunto será explorado ao longo do ano interdisciplinarmente”.

 

As crianças e adolescentes foram muito receptivos, chegaram a analisar aspectos estruturais do cartaz da Campanha, atribuindo significados às cores, luzes, sombras, símbolos observados. Naturalmente conseguiram absorver a proposta, com a percepção de conhecimentos culturais, históricos, filosóficos e valores e não especificamente uma “catequese” ou influência de doutrina. Logo as mais variadas contribuições e experiências das crianças e adolescentes fortalecem as propostas e dão sentido à aprendizagem, convertendo-se em atitudes.

 

Ainda conforme a educadora responsável pelo desenvolvimento desta atividade, Vera Favareto, “é preciso crer que é possível educar para o amor, onde houver ódio. Educar para a alegria, onde houver tristeza. Educar para o respeito à vida, onde houver qualquer sinal de exploração”.
 

© Copyright - Educandário Santo Antonio - Bebedouro/SP 2017