Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bom dia, Terça, 26 de Setembro de 2017
Untitled Document
Manhã de autógrafos no Educandário


A manhã do dia 13 de abril foi marcada por muita emoção, reconhecimento e celebração de muitas conquistas através do projeto literário “Devoradores de livros”. Desde que assumiu o trabalho como professor regente de Língua Portuguesa no Ensino Fundamental 2, o educador Arthur Vinícius Feitosa Furtado tem conseguido contagiar seus educandos com uma de suas atividades mais prazerosas: a leitura. O projeto ganhou grandes proporções e tornou muitos educandos verdadeiros “devoradores de livros”, com médias elevadas de livros lidos e apreciados por trimestre e um assédio contínuo para novas leituras e indicações assim que o professor chega ao trabalho. Arthur realizou em 2016 um antigo sonho de escrever um livro que batizou com o título “Poemas Nefastos”. A obra contempla poemas sobre assuntos de seu interesse ou que o afligiam, como espiritualidade, morte, religião, pecado, Deus, mitologia, violência, amor, arte e família.  Na ocasião da manhã de autógrafos, 17 educandos foram contemplados com exemplares do livro de poesias, o qual aguardavam com muita expectativa. Além de valorizar o trabalho do professor que foi homenageado e premiado com medalha de honra ao mérito, a experiência projeta os educandos aos altos índices de leitura e estimula a formação de jovens escritores, a partir do exemplo diário no convívio com seu professor. A cerimônia contou com educandos representados pelo 9º ano, equipe pedagógica, diretoria e convidados. A Diretora e a Coordenadora pedagógica conduziram a solenidade discorrendo na abertura sobre a importância do projeto e avanços obtidos. Os convidados puderam apreciar um vídeo em que autores já consagrados compartilham suas experiências. Muito envolvidos com essa ação, os educandos realizaram uma homenagem ao educador Arthur, lendo um poema, uma mensagem e um mimo preparado por iniciativa deles. Finalmente direção e coordenação homenageiam o professor entregando-lhe a medalha de honra ao mérito e um mimo representando o reconhecimento da instituição, para depois ele relatar sua experiência na escrita do livro, influências e perspectivas para o público, antes de iniciar os autógrafos. 

 
“Eu acredito que minha profissão seja de plantador de esperança. Eu acredito nisso. É por isso que escrevo. É por isso que eu vivo”. 

Pedro Bandeira. 

© Copyright - Educandário Santo Antonio - Bebedouro/SP 2017